ESCOLHA A SUA CIDADE
    HORA CERTA
    Agricultura
    Tratamento alternativo em sementes de tomate cereja orgânico é tema de pesquisa Foram utilizadas as sementes de tomate cereja do Rio Grande do Sul e do Espírito Santo e submetidas aos tratamentos
    (Foto: Divulgação)
    Autor: Conexão ES
    11 de Fevereiro de 2020 às 05h25

    Com o objetivo de avaliar o efeito de tratamentos sanitários na qualidade fisiológica de sementes de tomate cereja produzidas sob manejo orgânico, um trabalho de pesquisa foi realizado pelo Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), em parceria com a Universidade Federal de Viçosa (UFV), em Minas Gerais.

    De acordo com os pesquisadores envolvidos, o uso de sementes de alta qualidade fisiológica e sanitária representa importante estratégia na implantação de lavouras de tomate orgânico.

    Foram utilizadas as sementes de tomate cereja do Rio Grande do Sul e do Espírito Santo e submetidas aos tratamentos. Os estudos apontaram que a planta extrato de alfavaca-cravo é eficiente na manutenção da qualidade fisiológica e sanitária das sementes de tomate cereja sob manejo orgânico.

    Mais informações sobre as metodologias e resultados dessa pesquisa, com o título “Tratamentos sanitários na qualidade fisiológica e sanitária de sementes de tomate produzidas sob manejo orgânico” estão disponíveis na Biblioteca Rui Tendinha, que funciona na sede Incaper, no bairro Bento Ferreira, em Vitória.

    COMENTÁRIOS *
    * Opiniões expressas na área "Comentários" são de exclusiva responsabilidade do autor e não necessariamente representa o posicionamento do Conexão ES.