ESCOLHA A SUA CIDADE
    HORA CERTA
    Economia
    Procon de Cachoeiro faz notificação recomendatória contra preços abusivos Com a pandemia do novo coronavírus, cresceu a procura em farmácias e supermercados por insumos de higiene pessoal. Entre os mais procurados, está o álcool em gel 70%
    (Foto: Divulgação/PMCI)
    Autor: Conexão ES
    18 de Março de 2020 às 07h56
    Com a pandemia do novo coronavírus, cresceu a procura em farmácias e supermercados por insumos de higiene pessoal. Entre os mais procurados, está o álcool em gel 70%, apontado por especialistas como o mais adequado para prevenir o contágio.

    Diante desse cenário, o Procon de Cachoeiro expediu uma nota recomendatória para os estabelecimentos comerciais, para coibir aumentos abusivos nos preços desse e de outros produtos.

    A notificação está sendo entregue pela equipe de fiscalização do órgão, que também verifica se já há elevação excessiva nos valores e outras práticas que ferem regras do Código de Defesa do Consumidor. As empresas podem ser autuadas, caso sejam constatadas irregularidades.

    O coordenador do Procon, Osvaldo Antônio de Souza, recomenda que o consumidor acione o órgão municipal se identificar essas situações.

    “O consumidor é o maior fiscal. Ele também pode exigir, de imediato, algumas explicações ao fornecedor, indagando, por exemplo, qual foi o preço de compra do produto e qual era o preço de venda antes da ameaça do coronavírus. Constatando a prática abusiva, o consumidor deve nos procurar, para formalizar a reclamação”, explica.

    Para fazer o registro da reclamação, é preciso ir à sede do Procon, na rua Bernardo Horta, 210, se identificar e apresentar a nota fiscal da mercadoria. Recebida a denúncia, os servidores do órgão poderão entrar em contato com a empresa, pedir as notas fiscais que atestam as compras que eles fizeram e comparar margens de lucro. Também é possível verificar se os valores são compatíveis com os praticados por outros comerciantes, no mesmo período.  
    COMENTÁRIOS *
    * Opiniões expressas na área "Comentários" são de exclusiva responsabilidade do autor e não necessariamente representa o posicionamento do Conexão ES.