ESCOLHA A SUA CIDADE
    HORA CERTA
    Economia
    Comércio de Cachoeiro é notificado contra práticas abusivas durante pandemia Os comerciantes não podem elevar sem justa causa os preços de produtos como máscaras, luvas e frascos de álcool em gel
    Imagem Ilustrativa(Foto: Freepik)
    Autor: Conexão ES
    25 de Março de 2020 às 07h13
    O Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), por meio da 2ª Promotoria de Justiça Cível de Cachoeiro de Itapemirim, notificou a Associação Comercial, Industrial e de Serviços (Acisci) e a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) do município, recomendando medidas de prevenção a práticas abusivas durante a pandemia do novo coronavírus, Covid-19.

    De acordo com o MPES, a associação e a CDL devem orientar os comerciantes locais para se abstenham de elevar sem justa causa os preços de produtos como máscaras, luvas e frascos de álcool em gel, usados para evitar o contágio do Covid-19.

    As notificações também orientam a racionalização das vendas de álcool em gel, máscaras, luvas, papel toalha e papel higiênico, além da higienização constante dos carrinhos, cestas de compras e demais utensílios similares. Elas também orientam a população a denunciar a elevação de preços junto ao MPES, ao Procon local e à Polícia Civil.
    COMENTÁRIOS *
    * Opiniões expressas na área "Comentários" são de exclusiva responsabilidade do autor e não necessariamente representa o posicionamento do Conexão ES.