ESCOLHA A SUA CIDADE
    HORA CERTA
    Educação
    Idaf planeja nova etapa de projeto de educação sanitária e ambiental em Viana O projeto experimental teve início em 2019 e o município de Viana foi escolhido por possuir cerca de 90% do seu território em área rural
    Autor: Conexão ES
    06 de Março de 2020 às 05h30
    (Atualizada) 06 de Março de 2020 às 05h32

    Representantes da Gerência de Educação Sanitária e Ambiental (Geduc) do Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf), reuniram-se, na quarta-feira (04), com a equipe da Secretaria Municipal de Educação de Viana para definir as próximas etapas do projeto de educação sanitária e ambiental realizado junto a escolas do município.

    Em 2019, a unidade escolhida para execução do projeto foi a Escola Municipal Pluridocente de Ensino Fundamental (EMPEF) Luiz Lube, na localidade de Piapitangui. As equipes planejam, agora, a definição de uma nova escola para receber o projeto em 2020.

    O projeto experimental teve início em 2019 e o município de Viana foi escolhido por possuir cerca de 90% do seu território em área rural, com atividades agropecuárias diversas. A proposta foi realizar um prévio diagnóstico da realidade local para definir os temas abordados, de acordo com as demandas dos alunos.

    “Conhecer as especificidades locais nos permite construir o projeto de forma mais eficaz e objetiva, direcionando os assuntos conforme os anseios e as necessidades da escola e dos estudantes, permitindo uma dinâmica melhor de trabalho”, destacou a gerente de Educação Sanitária e ambiental do Idaf, Andressa Fernandes.

    Para a professora da Secretaria Municipal de Educação de Viana Renata Lyrio, um aspecto importante foi adequar a proposta do projeto à realidade das crianças, o que será mantido nas próximas etapas.

    O projeto

    Para a execução do projeto experimental em Viana, a Geduc realizou um diagnóstico situacional do município por meio da análise de dados agropecuários, econômicos e educacionais. Também foram mapeadas as comunidades rurais do município e as escolas que atenderiam ao trabalho. Com a definição da unidade escolar, foi feito contato prévio com os estudantes para dimensionar o conhecimento dos mesmos e de seus familiares no que se refere às atividades executadas pelo Idaf.

    Os estudantes do 3º, 4º e 5º ano participaram de três encontros com o Idaf e os temas abordados foram: raiva animal e defesa agropecuária. Os alunos participaram ainda de um 'Dia de Campo', onde visitaram uma propriedade rural e vivenciar algumas atividades executadas pelos médicos-veterinários do Idaf.

    As ações estão previstas para serem iniciadas na segunda quinzena de abril deste ano.

    COMENTÁRIOS *
    * Opiniões expressas na área "Comentários" são de exclusiva responsabilidade do autor e não necessariamente representa o posicionamento do Conexão ES.