ESCOLHA A SUA CIDADE
    HORA CERTA
    Vargem Alta
    Coronavírus: Prefeitura de Vargem Alta faz recomendações a população O município tem um caso suspeito sob investigação
    (Foto: Conexão)
    Autor: Conexão ES
    17 de Março de 2020 às 09h13

    A Secretaria Municipal de Saúde de Vargem Alta, através do Setor de Vigilância em Saúde, divulgou uma nota oficial fazendo recomendações sobre as condutas a serem adotadas pela população, setores privados e públicos do município após a pandemia do Coronovavírus.

    Nesta segunda-feira (16), foi identificado no município um caso suspeito de Coronavírus, ainda não confirmado. A pessoa esteve em outro estado.  As medidas cabíveis já foram tomadas com relação à conduta do caso, que agora vem cumprindo com os ritos de investigação epidemiológica. 

    O prefeito de Vargem Alta, João Altoé, suspendeu de aulas em todas as instituições da rede municipal de ensino, como forma de prevenção à disseminação do novo coronavírus (Covid-19). A medida é válida a partir desta terça-feira (17), mas as escolas funcionarão até quinta-feira (19) para atender os alunos e apoiar famílias nesse momento de adaptação das novas rotinas.

    Entre os dias 23 de março e 04 de abril todas as unidades não funcionarão, antecipando o recesso de julho. Esta sexta-feira, dia 20, é feriado municipal da Emancipação Política de Vargem Alta.

     Veja as recomendações:

    • Lave regularmente as mãos até a altura dos punhos com água e sabão;
    • Faça uso constante de álcool a 70%, preferencialmente gel, para assepsia das mãos;
    • Mantenha distancia mínima de 1,5 m de qualquer pessoa que apresente sintomas respiratórios;
    • Evite tocar o próprio rosto (olhos, nariz e boca) sem higienização;
    • Higienize com freqüência, celulares e objetos de uso pessoal;
    • Evite abraços, beijos e apertos de mãos;
    • Mantenha etiqueta respiratória cobrindo boca e nariz com lenço descartável, ou na sua falta, utilizando-se do antebraço ao tossir ou espirrar;
    • Evite sair de casa se não estiver bem, procurando o a Unidade Básica de Saúde de seu território para avaliação;
    • Evite eventos mesmo que familiares, locais de concentração de pessoas e locais fechados, em especial, indivíduos com mais de 60 anos, imunodeprimidos, acometidos por doenças crônicas (diabetes, hipertenção, doenças autoimunes);
    • Não realizar visitas a indivíduos adoentados;
    • Evite viagens que não sejam imprescindíveis, em especial, a áreas onde sabidamente já ocorre transmissão comunitária;
    • Priorizar reuniões com utilização de recursos audiovisuais, evitando reuniões presenciais.
    COMENTÁRIOS *
    * Opiniões expressas na área "Comentários" são de exclusiva responsabilidade do autor e não necessariamente representa o posicionamento do Conexão ES.