ESCOLHA A SUA CIDADE
    HORA CERTA
    Agricultura
    Espírito Santo lidera a produção nacional de pimenta-do-reino Três municípios capixabas estão entre os primeiros colocados no Brasil: São Mateus, Jaguaré e Vila Valério
    (Foto: Divulgação)
    Autor: Conexão ES
    02 de Junho de 2021 às 05h25
    (Atualizada) 02 de Junho de 2021 às 05h26

    Usada tanto em saladas, sopas, carne grelhada, cozida ou assada,  quanto nos chás, a pimenta do reino vai bem com quase tudo e está presente em muitas cozinhas dos brasileiros. Trazida pelos portuguese no período colonial, a especiaria hoje é um dos principais produtos agrícolas do país, sobretudo do Espírito Santo.


    Pelo segundo ano consecutivo o estado lidera a produção nacional da pimenta do reino. Para o supervisor das pesquisas agropecuárias do IBGE Darci Daltio além do clima propício, o Espírito Santo tem ligações históricas com esse tipo de lavoura. "O Estado tem uma tradição de lavouras que demandam muita mão de obra, como é o caso do café que vem sendocuiltivado desde o final do século retrasado isso pode ter possibiliotado que os agricultores tenham se adaptado mais rapidamente ao cultivo da pimenta. Ela tem umas características diferentes do café, mas alguns vários pintos em comum, o principal deles talves  seja a demanda alta de mão de obra já que não é possível a mercanização dos casos culturais."

    O Estado produziu 62,6 mil toneladas em 2019, um aumento de 3,4% em relação ao ano anterior, segundo a última Pesquisa Agrícola Municipal, do IBGE. Os dados do estudo mostram, ainda, que três municípios capixabas estão entre os primeiros colocados no Brasil: São Mateus, Jaguaré e Vila Valério.




    Fonte: IBGE



    COMENTÁRIOS *
    * Opiniões expressas na área "Comentários" são de exclusiva responsabilidade do autor e não necessariamente representa o posicionamento do Conexão ES.