Obras na rodovia do Valão entrarão na fase de recapeamento asfáltico - Conexão ES
ESCOLHA A SUA CIDADE
    HORA CERTA
    Cachoeiro de Itapemirim
    Obras na rodovia do Valão entrarão na fase de recapeamento asfáltico O trecho contemplado, de 1,5 quilômetro, liga a rotatória do BNH às imediações da Ceasa Sul
    (Foto: Divulgação/PMCI)
    Autor: Conexão ES
    09 de Agosto de 2019 às 08h15
    Estão em fase avançada de execução as obras de recuperação de parte da avenida Mauro Miranda Madureira, mais conhecida como rodovia do Valão, em Cachoeiro. O trecho contemplado, de 1,5 quilômetro, liga a rotatória do BNH (trevo da Coca-Cola) às imediações da Ceasa Sul.

    Uma das melhorias é a implantação de rede de drenagem, que está com 80% de conclusão. A mesma porcentagem de finalização corresponde à construção de meio-fio. A calçada cidadã começou a ser feita na semana passada. Já a repavimentação asfáltica deverá ocorrer ainda neste mês, após o término da instalação das tubulações pluviais. 

    A entrega completa dos serviços, que são executados por empresa contratada via processo licitatório, está prevista para o fim deste ano, segundo estimativa da Secretaria Municipal de Obras (Semo), que realiza o acompanhamento técnico. O investimento total, de R$ 1.499.643,16, é proveniente de recursos do governo federal e da prefeitura.

    “O andamento desse conjunto de intervenções ocorre com absoluta normalidade, sem haver, portanto, nenhum problema que venha a atrasar sua conclusão dentro do tempo previsto”, pontua o secretário municipal de Obras, José Santiago de Lima.

    Além dessa série de serviços, de acordo com ele, Coramara será contemplado com pavimentação e drenagem no loteamento Áurea Bispo Deps, que está em fase final de licitação para contratação da empresa que executará a obra, com previsão de início de 60 dias. “Com essas melhorias, o intuito é minimizar a ação das águas pluviais e lama naquela região, trazendo conforto, segurança e qualidade de vida para os moradores e aqueles que transitam naquele local”, esclarece Santiago.

    Saneamento 

    A mesma avenida foi atendida com instalação de redes de esgotamento sanitário viabilizada pelo projeto Tratar, desenvolvido pela Agência de Regulação dos Serviço Públicos Delegados de Cachoeiro (Agersa). As intervenções abrangem em torno de 470 metros de redes, que vão impactar na retirada de pontos de lançamento de esgoto ligados ao córrego Coramara.

    Estimado inicialmente para meados deste mês, o término das obras ocorreu em julho. Os serviços, hoje, acontecem em ruas paralelas do bairro.
    COMENTÁRIOS *
    * Opiniões expressas na área "Comentários" são de exclusiva responsabilidade do autor e não necessariamente representa o posicionamento do Conexão ES.