ESCOLHA A SUA CIDADE
    HORA CERTA
    Cidades
    Festa on-line para comemorar a padroeira de Anchieta Este ano irá comemorar os 430 anos da dedicação da igreja matriz realizada por São José de Anchieta
    (Foto: Divulgação)
    Autor: Conexão ES
    10 de Agosto de 2020 às 11h00
    Teve início na última sexta (07) a Festa de Nossa Senhora da Assunção, padroeira do município de Anchieta. Este ano irá comemorar os 430 anos da dedicação da igreja matriz realizada por São José de Anchieta, em 15 de agosto de 1590. Essa é a igreja que integra o conjunto arquitetônico do Santuário Nacional de São José de Anchieta.
     
    A Festa de Nossa Senhora da Assunção acontece entre os dias 07 e 16 de agosto. A novena e as missas serão transmitidas, a partir das 19h, nas redes sociais do Santuário Nacional de São José de Anchieta.
     
    Localizado no sul do Espírito Santo, a 80 km da capital Vitória, o Santuário Nacional de São José de Anchieta é um patrimônio histórico e cultural que conserva marcos importantes da história do município de Anchieta, do estado do Espírito Santo e da história do Brasil. O primeiro a celebrar a Festa de Nossa Senhora da Assunção nessa igreja foi o próprio São José de Anchieta que no dia 15 de agosto de 1590 realizou a dedicação da igreja com festa e teatro.
     
     
    Marcos históricos para a história da cidade de Anchieta
    Santuário: onde fica a igreja dedicada a Nossa Senhora da Assunção, padroeira de Anchieta.Dia 15 de agosto de 2020 será comemorado os 430 anos da dedicação da igreja que hoje compõe o Santuário Nacional de São José de Anchieta, a igreja que foi construída e inaugurada pelo próprio Anchieta. A cidade de Anchieta comemora este ano 451 anos de fundação.
     
    Por ocasião da dedicação da igreja – que é a cerimônia religiosa a partir da qual a construção passa a ser considerada um templo religioso – São José de Anchieta escreveu o Auto da Assunção, uma peça teatral em Tupi para recepção da imagem de Nossa Senhora da Assunção que viera de Portugal.
     
    O cenário do Auto da Assunção pode ser visto até os dias de hoje: o Porto de Reritiba, hoje conhecido como porto de baixo; o adro (pátio) da igreja da Assunção (a igreja que hoje integra o Santuário Nacional de São José de Anchieta) e o interior dessa mesma igreja.
     
    Há 430 anos nos protegendo
    O tema escolhido para a Festa desse ano foi “Há 430 anos nos protegendo”, uma referência ao Auto da Assunção quando, na voz do anjo, São José de Anchieta faz um pedido de proteção a Maria que vem visitar a aldeia: afastar a enfermidade e o mal.
     
    Ressonância do auto
    Assim, como o anjo invocou a proteção contra as enfermidades no Auto da Assunção. Todos dias, desde o início da pandemia, os sinos do Santuário Nacional de São José de Anchieta tocam ao meio dia, após a oração doangelus, evocando a proteção de Deus e pedindo o fim da pandemia, pela intercessão de Nossa Senhora da Assunção e de São José de Anchieta, a quem também dedicamos uma Oração nas epidemias.
     
     
    M I D I A S    S O C I A I S DO SANTUÁRIO PARA ACOMPANHAR A FESTA:
    COMENTÁRIOS *
    * Opiniões expressas na área "Comentários" são de exclusiva responsabilidade do autor e não necessariamente representa o posicionamento do Conexão ES.