ESCOLHA A SUA CIDADE
    HORA CERTA
    Economia
    7 Formas de ganhar dinheiro em casa para autônomos e MEI durante a crise do coronavírus Além de saber aproveitar a crise para crescer, esse é um bom momento para conseguir investimento bancário.
    (Foto: Divulgação)
    Autor: Conexão ES
    28 de Março de 2020 às 10h24
    (Atualizada) 28 de Março de 2020 às 10h25

    Se a coisa já não estava fácil antes, agora, com a quarentena devido ao Coronavírus, ficou pior, especialmente para os trabalhadores informais, que são aqueles sem registro na carteira de trabalho, e os trabalhadores autônomos, também conhecido com microempreendedores individuais (MEI). Mas se você está assustado com tudo isso e preocupado em como vai ganhar dinheiro, trazemos aqui 7 alternativas para gerar renda durante a crise do Coronavírus.

    Além de saber aproveitar a crise para crescer, lembrando que cada vez mais temos trabalhadores de home office, esse é um bom momento para conseguir investimento bancário. Isso porque os bancos estão facilitando o crédito, então é uma boa oportunidade de começar um negócio.

    7 Formas de ganhar dinheiro em casa para autônomos e MEI durante a crise do coronavírus

    Tele-entrega de comida caseira na crise do coronavírus

    Se você trabalha no ramo alimentício, como donos de restaurante ou até mesmo de padaria e afins, uma boa pedida é fazer tele-entrega dos seus produtos. Para isso, você pode usar plataformas como iFood, Rappi e Uber Eats, ou mesmo pode fazer isso de forma independente, divulgando seus produtos em locais como o Facebook Marketplace. De qualquer forma, donos de restaurantes podem encontrar na tele-entrega, que estará muito em alta nas próximas semanas, uma ótima alternativa para não perder estoque nem tempo.

    Fabricação de pães, bolos, docinhos e salgadinhos

    Se você tem padaria, confeitaria, panificadora e outros negócios desse ramo, também pode partir para a tele-entrega. Afinal, as pessoas não vão deixar de se alimentar durante a crise do coronavírus, mas vão preferir pedir por tele-entrega do que ir até o estabelecimento, devido ao risco de transmissão de Coronavírus.

    Tele-entrega de bebidas na crise do coronavírus

    Se você tem espaço disponível para um estoque, e um veículo para fazer tele-entrega, você pode comprar bebidas com preço baixo e revender, especialmente à noite. Isso porque as pessoas, sem poder ir à festas e encontros, vão tomar aquela cervejinha de sexta-feira em casa mesmo. E é aí que você entra. Você pode fazer anúncios na internet e entregar bebidas geladas na porta de casa.

    Entregador de aplicativos

    Ainda no ramo de alimentos, uma outra etapa pode ser o seu caminho para ganhar dinheiro em tempos de crise do coronavírus. Estamos falando da entrega de lanches, que pode ser feita também por aplicativos como iFood, Rappi e Uber Eats. Esse ramo é ideal para quem trabalhava como motorista de aplicativos e está sem clientes, ou ainda para quem tem uma moto, carro ou até mesmo uma bicicleta e está disposto à trabalhar entregando comida, medicamentos e suprimentos em geral. Lembrando que este tipo de serviço também deve ter um grande crescimento da demanda, haja visto que a maioria das pessoas ficarão em casa e evitarão fazer compras na rua.

    Atendimento estético à domicílio

    Se você trabalha como cabeleireiro, barbeiro, manicure, pedicure e outras atividades de estética, certamente vai ver seu salão esvaziando na crise do Coronavírus. Entretanto, você pode inovar em seus serviços, oferecendo atendimento à domicílio. Mas para isso, você terá que poder levar seu equipamento básico até a casa do cliente.

    E-commerce

    Outra alternativa é começar uma loja online. Entretanto, lembramos que esse tipo de negócio pode demorar um pouco para surtir resultados. Ainda assim, com tempo de sobra e com um grande público trocando as lojas físicas pelo e-commerce, é uma boa alternativa de negócio, e que pode dar uma renda interessante à longo prazo. Primeiramente, decida por algum produto que você se familiariza, e depois escolha um bom fornecedor. Após isso, procure um profissional para desenvolver seu site de vendas, e então, pode investir um dinheiro em produtos para revender.

    Assistente administrativo ou contábil

    Muitas empresas, antes do Coronavírus, já estavam terceirizando seus profissionais de suporte administrativo e contábil. Por isso, uma boa ideia, se você tem prática como assistente administrativo, contador ou secretaria, é oferecer esses serviços como home office e terceirizado. Você pode trabalhar para empresas de pequeno e médio porte e autônomos, prestando suporte administrativo como controle de agenda, contabilidade, agendar compromissos e reuniões e fazer compras.



    Fonte: https://seucreditodigital.com.br/

    COMENTÁRIOS *
    * Opiniões expressas na área "Comentários" são de exclusiva responsabilidade do autor e não necessariamente representa o posicionamento do Conexão ES.